sábado, 23 de maio de 2009

Da série: EU ODEIO

Odeio promessas, odeio quem as faz, odeio acreditar nelas.
Não tenho mais dez anos pra ficar esperando que elas se cumpram, nem doze anos pra ficar decepcionada uns dias e depois esquecê-las.
Eu odeio promessas porque eu sei que elas são apenas mentiras cheias de floreios.
Elas vêm acompanhadas de olhos brilhantes, lábios doces, sorrisos sarcásticos.
Odeio promessas por criarem em mim expectativas, e eu odeio expectativas.
Odeio acreditar nas pessoas; elas sempre me decepcionam.
Dessa vez não acreditei nas promessas que me foram feitas, e mesmo assim me senti iludida.
Mais uma vez a imbecil foi enganada.
E mereceu, por se revelar demais.
Não acredite em promessas, são só mentiras disfarçadas de sinceridade.

Um comentário:

P. Simplício disse...

Ih, promessa?
Já me bastam as que eu faço a mim mesma.
E ninguém me engana melhor que eu.


Saudade de você e daquela conversa de comadre no amanhecer do Festival de Verão. :~


=******************