segunda-feira, 26 de janeiro de 2009

Entre o longe e o distante...


"Daqui desse momento
Do meu olhar pra fora
O mundo é só miragem
A sombra do futuro
A sobra do passado
Assombram a paisagem
Quem vai virar o jogo e transformar a perda
Em nossa recompensa
Quando eu olhar pro lado
Eu quero estar cercado só de quem me interessa
Às vezes é um instante
A tarde faz silêncio
O vento sopra a meu favor
Às vezes eu pressinto e é como uma saudade
De um tempo que ainda não passou
Me traz o teu sossego
Atrasa o meu relógio
Acalma a minha pressa
Me dá sua palavra
Sussurre em meu ouvido
Só o que me interessa
A lógica do vento
O caos do pensamento
A paz na solidão
A órbita do tempo
A pausa do retrato
A voz da intuição
A curva do universo
A fórmula do acaso
O alcance da promessa
O salto do desejo
O agora e o infinito
Só o que me interessa"

[Lenine - É o que me interessa.]


Bendita segunda-feira.
E mais um turbilhão de confusão.
Porque eu só gosto do que é impossível, e dessa vez não é .
E eu estou com medo.

Um comentário:

Yna disse...

hahaha!

Medooo!! Palavra que só de falar da medo!
Tb sinto muito medo "Garotinha".. medo da dor, da frustração, da decepção, medo de viver e me entregar ao que está aguardado para mim... ao que está aguardado em mim...
Mas qual é a graça do medo se temos medo de senti-lo ?
rsrs
Beijoos! até a proxima!

http://mundo_confuso.blig.ig.com.br